Zachary Fabri (US)

Zachary Fabri (US)


Zachary Fabri graduou-se em Design Gráfico em Miami, Flórida. Ele possui um MFA pela Hunter College em NY. O artista tem um processo de trabalho artístico que relaciona corpo, lugar, performance e identidades culturais. Interessa ao artista criar ou evidenciar intervalos, interrupções na forma como determinados aspectos culturais são apreendidos pelas pessoas. Para Zachary, as performances que realiza nos mais diferentes lugares de uma cidade são formas de mapear o espaço, de criar relações com o público ou mesmo de tencionar certos limites ou fronteiras de tais relações. Seus trabalhos de performance utilizam mídias diversas como vídeo, fotografia e o desenho. Zachary expôs seus trabalhos internacionalmente e foi o artista da Bienal do Harlem de NY contemplado pela residência do JA.CA 2010.

www.zacharyfabri.com




Programa de Residências Internacionais – 2010 – Mim andar Avenida Canadá, Mim escrever Avenida Canadá, Mim limpar Avenida Canadá

Eu me propus a criar um trabalho site-specific que fosse relevante para o bairro Jardim Canadá, usando a pintura, escultura, desenho e vídeo. A área do bairro escolhida foi os arredores mais próximos ao JA .CA. Foi, para mim, complexo produzir um trabalho com criticas sociais de um lugar do qual sou estrangeiro e onde fiquei por pouco tempo. Os problemas eram muito complexos e antigos para que eu pudesse me sentir cômodo em dissecá-los.

Decidi então, por algo com o qual eu já tinha alguma relação pessoal. Durante anos eu havia estudado e usado a bauxita como matéria-prima para meus trabalhos artísticos. A bauxita é o principal mineral extraído na Jamaica e Hungria, países de origem dos meus pais. A bauxita é encontrada em terras vermelhas e brilhantes e depois de processadas dão origem ao alumínio. Assim, me pareceu uma grande e fortuita coincidência que o Jardim Canadá fora produtor de ferro, o qual também se encontra em terras vermelhas.

Essa terra vermelha é fator unificador, comum a vida de qualquer pessoa do bairro Jardim Canadá, independente do seu status econômico. Desde minha chegada ao J A .CA eu me embarquei em passeios pela vizinhança para me familiarizar com a área. Esses passeios passaram a ser uma forma de recolher dados para o projeto. Os passeios finalmente foram convertidos na própria ação e trabalho artístico.

Mais que documentar estas ações com fotografia eu decidi documentá-las através de outros materiais e metodologias. Para Mim andar Avenida Canadá, contratei uma costureira local para fazer uma camisa e calças brancas, com os quais documentei os passeios através da gradual impregnação da terra roxa em minha roupa. Mim escrever Avenida Canadá eu documentava minhas reflexões diárias com a terra vermelha sobre um caderno costurado à mão. Mim limpar Avenida Canadá destaca a indústria das trabalhadoras domésticas, cobri meu corpo de terra vermelha para depois esfregar-me contra o papel, para me limpar. A ação fica documentada pelos desenhos impressos resultantes.

JA.CA – Centro de Arte & Tecnologia

JARDIM CANADÁ

Rua Vitória, 886

34000-000 . Nova Lima . MG

+55 31 3097 2322

info@jaca.center

BELO HORIZONTE

Rua Tomé de Souza, 810 – Sala 202

30140-130 . Belo Horizonte . MG

+55 31 3504 4565